Tema central ODS 2030

ABQV - 20/02/2019

Agenda 2030 – ONU: “Esta Agenda é um plano de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade. Ela também busca fortalecer a paz universal com mais liberdade. Reconhecemos que a erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões, incluindo a pobreza extrema, é o maior desafio global e um requisito indispensável para o desenvolvimento sustentável. 

Todos os países e todas as partes interessadas, atuando em parceria colaborativa, implementarão este plano. Estamos decididos a libertar a raça humana da tirania da pobreza e da penúria e a curar e proteger o nosso planeta. Estamos determinados a tomar as medidas ousadas e transformadoras que são urgentemente necessárias para direcionar o mundo para um caminho sustentável e resiliente. Ao embarcarmos nesta jornada coletiva, comprometemo-nos que ninguém seja deixado para trás. 

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e 169 metas que estamos anunciando hoje demonstram a escala e a ambição desta nova Agenda universal. Eles se constroem sobre o legado dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e concluirão o que estes não conseguiram alcançar. Eles buscam concretizar os direitos humanos de todos e alcançar a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres e meninas. Eles são integrados e indivisíveis, e equilibram as três dimensões do desenvolvimento sustentável: a econômica, a social e a ambiental.

Os Objetivos e metas estimularão a ação para os próximos 15 anos em áreas de importância crucial para a humanidade e para o planeta.” 

Os ODS 2030 são: 

 Resultado de imagem para ods 2030

A interdependência entre todos os 17 objetivos é inquebrável para o sucesso da iniciativa. Entretanto, há afinidades:


INTEGRAÇÃO, INDIVISIBILIDADE E 

MULTIMENSIONALIDADE DOS ODS


Resultado de imagem para dimensão social ods

Preservando a integração dos 17 objetivos, o Congresso Brasileiro de Qualidade de Vida 2019 dará ênfase à dimensão social, e, em particular, ao objetivo 3, visto em seu contexto: 


O objetivo 3 desdobra-se em vários subobjetivos. A programação do Congresso está elaborada a atender a todos eles, com temas específicos, permitindo, assim, partir-se do conceito geral dos 17 ODS chegar à realidade do dia a dia dos ambientes organizacionais. 

A programação e o Objetivo ODS 2030 Saúde e bem estar: 

  • O papel do setor produtivo na implantação da Agenda 2030 (17 ODS 2030) 
  • Cuidado com a gestação e o parto (ODS 3.1 - reduzir a taxa de mortalidade materna global para menos de 70 mortes por 100.000 nascidos vivos e ODS 3.2 - acabar com as mortes evitáveis de recém-nascidos e crianças menores de 5 anos, com todos os países objetivando reduzir a mortalidade neonatal para pelo menos até 12 por 1.000 nascidos vivos e a mortalidade de crianças menores de 5 anos para pelo menos até 25 por 1.000 nascidos vivos) 
  • A importância da informação. O futuro agora! (ODS 3.3 - acabar com as epidemias de AIDS, tuberculose, malária e doenças tropicais negligenciadas, e combater a hepatite, doenças transmitidas pela água, e outras doenças transmissíveis) 
  • Drogas: qual o melhor caminho? (ODS 3.5 - reforçar a prevenção e o tratamento do abuso de substâncias, incluindo o abuso de drogas entorpecentes e uso nocivo do álcool) 
  • Novas tecnologias facilitadoras do controle das doenças crônicas não transmissíveis - DCNT e estilos de vida saudáveis (ODS 3.4 - reduzir em um terço a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis por meio de prevenção e tratamento, e promover a saúde mental e o bem-estar) 
  • Preservação da vida no trânsito – do pedestre ao condutor profissional (ODS 3.6 - reduzir pela metade as mortes e os ferimentos globais por acidentes em estradas) 
  • Sexualidade e estruturas familiares nos tempos atuais (ODS 3.7 - assegurar o acesso universal aos serviços de saúde sexual e reprodutiva, incluindo o planejamento familiar, informação e educação, bem como a integração da saúde reprodutiva em estratégias e programas nacionais) 
  • Epidemias: o que se deve fazer? (ODS 3.3 - acabar com as epidemias de AIDS, tuberculose, malária e doenças tropicais negligenciadas, e combater a hepatite, doenças transmitidas pela água, e outras doenças transmissíveis) 
  • Como fazer a gestão das DCNT frente às novas modalidades de trabalho (ODS 3.4 - reduzir em um terço a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis por meio de prevenção e tratamento, e promover a saúde mental e o bem-estar)  
  • Economia em Saúde: não existe almoço grátis! (ODS 3.8 - Atingir a cobertura universal de saúde, incluindo a proteção do risco financeiro, o acesso a serviços de saúde essenciais de qualidade e o acesso a medicamentos e vacinas essenciais seguros, eficazes, de qualidade e a preços acessíveis para todos) 
  • Saúde mental – cuidado permanente (ODS 3.4 - reduzir em um terço a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis por meio de prevenção e tratamento, e promover a saúde mental e o bem-estar) 
  • Priorizando os fatores de proteção contra as DCNT (ODS 3.4 - reduzir em um terço a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis por meio de prevenção e tratamento, e promover a saúde mental e o bem-estar) 
  • Longevidade de carreira numa vida longa (ODS 3.4 - reduzir em um terço a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis por meio de prevenção e tratamento, e promover a saúde mental e o bem-estar) 
  • A integração dos 17 ODS 2030, vinculando, na prática, as ações desenvolvidas nas organizações nos âmbitos das dimensões social, ambiental, econômica e institucional.